Helene Barth

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Helene Barth

Mensagem por Helene Barth em Qua Set 09, 2015 1:30 am

Nome: Helene "Hella" Barth
Idade Aparente: 29 anos
Data de Nascimento: 11 de março de 1981
Dia da Morte: 12 de outubro de 2010
Clã: Assamita
Senhor: Brunhilde Fiedler
Conceito: Boêmio
Refúgio: Um apartamento de dois quartos em Richmond upon Thames

Resumo da Vida
Helene nasceu em Berlim, filha de um alemão e uma egípcia. Teve uma infância tranquila e feliz numa família de classe média alta. O pai era cirurgião e a mãe artista plástica.

Sempre foi uma excelente aluna, desde criança, e fez Medicina na universidade. Durante o primeiro ano conheceu Brunhilde Fiedler, uma colega que, estranhamente, já sabia tudo sobre anatomia e saúde. Brunhilde era absolutamente inteligente e Helene grudou na mulher, querendo absorver tudo que ela dizia. No começo era algo exclusivamente acadêmico, mas algum tempo depois elas desenvolveram uma forte amizade. Helene achava o comportamento da amiga estranho no começo, mas Brunhilde tinha explicação para tudo: não saia durante o dia por ter uma doença de pele gravíssima; Tinha má circulação nas mãos, por isso eram tão geladas; Não frequentava restaurantes porque não comia nada que ela mesma não tivesse cozinhado, e assim por diante. Helene nunca chegou a desconfiar que Fiedler era uma vampira, obviamente.

Desde muito pequena, Helene tinha muita curiosidade com a morte. Talvez por isso tenha seguido os passos do pai na medicina, para tentar entender a morte.

Resumo do Abraço
Numa noite, Brunhilde convidou Helene para ir até sua casa. Estavam conversando descontraidamente sobre qualquer coisa quando dois homens invadiram a casa. Brunhilde a jogou para trás do sofá numa tentativa de proteger a amiga dos caçadores que já a perseguiam há algum tempo.

Helene ouvia apavorada aos sons da luta, mas não tinha coragem de sair dali ou espiar o que acontecia. Depois de alguns minutos, um dos homens a puxou com incrível facilidade, tirando-a de trás do sofá. Hella gritou e esperneou, mas foi calada e imobilizada sem dificuldade. A cena a sua frente era o caos: sangue para todos os lados e corpos de três pessoas decapitadas e desmembradas estavam jogados pela sala. Hella não soube de onde eles tinham surgido, mas esse era um questionamento que não passava por sua cabeça naquele momento de terror. Viu a amiga em frenesi rasgando uma quarta pessoa ao meio. Brunhilde não parecia ela mesma, era uma besta de presas afiadas, alucinada de fúria. O homem que segurava Helene tentou correr para fora da casa com ela, para salvá-la da vampira, mas foi impedido por Brunhilde, que os atacou com inumada força. Helene foi jogada para um canto da sala enquanto via a amiga desmembrar o homem que berrava em desespero. Quando tudo pareceu terminar, Helene estava entorpecida pelo pavor. Assistiu Brunhilde se aproximar dela e nem tentou lutar ao ser erguida e jogada contra a parede. Caiu perto da lareira, tendo seu tronco perfurado por um espeto de ferro que era usado para mexer a brasa (ou seria, se Brunhilde usasse a lareira algum dia).

Diego Espinosa era um vampiro amigo e parceiro de Brunhilde. Helene achava que eles eram namorados - ou tinham algum tipo esquisito de relacionamento aberto, já que não estavam juntos sempre. Haviam sido apresentados anos antes, mas nunca foram íntimos ou trocaram mais do que meia dúzia de palavras.

Na noite do ataque, Diego chegou na casa a tempo de ver Brunhilde atacando a amiga mortal. Impediu que ela matasse Helene e conseguiu tirá-la do frenesi. Quando Brunhilde percebeu o que tinha feito com Hella, implorou que Diego transformasse a amiga. Por um momento ele hesitou, mas acabou cedendo e cravou os dentes na mulher, entratanto, foi Brunhilde quem usou seu sangue para transformar Hella.

Resumo Após o Abraço
Devido a violência e terror nos seus minutos finais de vida, Helene acordou transtornada e com seus extintos assassino à flor da pele. Diego e Brunhilde conseguiram acalmá-la. Explicaram o que tinha se passado e ensinaram a ela sobre essa nova vida, mas Hella ficou revoltada por muito tempo e começou a descontar suas frustrações pelo seu futuro mortal arruinado em qualquer coisa ou pessoa. Tornou-se sádica e percebeu logo que os humanos que ela atacava não sentiam êxtase algum com sua mordida, mas uma dor terrível que os fazia gritar e se debater. Também notou que sangue algum a saciava, a não ser quando a vítima beijada estava apavorada. E tudo aquilo lhe causava grande prazer.

Diego já era um assassino profissional que trabalhava tanto para mortais, quanto para outros Membros, e Helene ficou muito interessada naquilo, pedindo que ele a ensinasse e deixasse ajudá-la nas missões. Seu prazer em matar não a surpreendia, já que sempre teve essa curiosidade com a morte, mas agora já não fazia questão alguma de esconder. Era uma assassina, tinham-na transformado naquilo, então era o que faria.

Dois anos depois do seu abraço, um casal de caçadores atacou e matou Brunhilde. Diego e Helene começaram a ser perseguidos por Gustaf e Hanne Kistler, e tiveram que fugir de Berlim. Hella queria matá-los, na verdade, mas foi desencorajada pelo mentor.

Eles passaram os últimos anos viajando de uma cidade a outra, principalmente pela Europa, mas também visitaram alguns lugares da África e da Ásia.

Personalidade
Helene perdeu grande parte do senso de certo e errado que tinha quando humana, e de sua benevolência. Hoje é extremamente sádica, sentindo enorme prazer com o sofrimento alheio. Adora matar ou ver alguém morrendo, por isso curte assistir ao ataque de outros vampiros também, além de atacá-los. Não sente dó.

Itens Pessoais
Documentação falsa
Celular
Dinheiro
Pulseira de ouro (de Brunhilde)
Adaga dourada (presente de Diego)
Taurus PT-938
Caixa de munição

Motivo para estar em Londres
Está mudando com seu Mentor, Diego Espinosa
avatar
Helene Barth

Mensagens : 88
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 36

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum