Celine McQueen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Celine McQueen

Mensagem por Celine McQueen em Qua Jul 29, 2015 1:57 am

Nome: Celine Lancaster

Idade Aparente: 30

Data de Nascimento: 11/08/1979 (35 anos por enquanto)

Dia da Morte: xx/xx/2009

Clã: Lasombra

Senhor: Alejandro Sanchez

Conceito: Advogada especializada em Arbitragem internacional.

Refúgio: Um apartamento comum com uma decoração arrojada. Possui Uma suíte, um quarto, sala, banheiro, cozinha e escritório.
No piso do seu quarto há um taco solto e nele Celine esconde uma foto de Bianca, a mais recente que ela possui.
Endereço: 26 Craven St. London.

Resumo da Vida
Celine foi mãe aos 25 anos. Bianca foi fruto de um relacionamento conturbado, cheio de indas e vindas até seu pai desaparecer quando descobriu sobre a gravidez.

Na época Celine já trabalhava na Embaixada e graças ao seu salário avantajado, dinheiro não seria um problema para criar Bianca. Bianca era sua vida, sua motivação ao acordar e sua bênção ao se deitar. Apesar da vida de mãe solteira conseguia desempenhar um bom papel na vida de seu pequeno milagre.

Celine estava com 28 anos e Bianca com três.  A vida de Celine seguiu em uma verdadeira rotina, não havia espaço para nada além do que já havia planejado para si mesma e para sua filha, mas frequentemente quebrava essa rotina indo para um Pub local no caminho de casa. Gostava do lugar por ser menos movimentado e por seu delicioso chá, costumava a frequentá-lo após um dia cansativo ou quando precisava de um tempo extra em algum dos casos que trabalhava. Foi lá que conheceu Alejandro.

Alejandro era diferente de qualquer outro homem que ela já havia conhecido. Era educado, gostava de conversar, um bom ouvinte, tinha um apreço por chás e um tanto quanto misterioso. Isso tudo instigava a curiosidade de Celine. Apesar de tudo, não houve nada entre eles além de encontros casuais no Pub. Celine até desejava um relacionamento, mas tinha a consciência que ao mencionar que era mãe solteira, ele entraria para a sua lista de homens afugentados. Os dias se transformaram em semanas, semanas em meses e meses em um ano e a rotina de Celine continuou a tomar todo seu tempo.


Resumo do Abraço
No verão de 2009 Celine ainda frequentava o Pub para o mesmo propósito, com algumas exceções onde desejava encontrar Alejandro mais isso não acontecia com a frequência que gostaria, mas naquela noite ele estava. Ela entrou calmamente no lugar, deixou seu guarda chuva na entrada e aproximou lentamente da mesa dela tentando lhe fazer uma surpresa, mas quando estava bem próxima a ele o mesmo se virou e a recebeu com um gentil sorriso.
Conversaram por quase uma hora até que Celine criou coragem para convidá-lo a sua casa e para sua surpresa ele aceitou. Chegando na residência de Celine ela foi surpreendida por um beijo ardente de Alejandro, antes mesmo de saírem do carro. Ela, sem querer perder a oportunidade o levou para o quarto, mas ele relutou e acabaram na sala. O momento era  como Celine havia imaginado. O gosto, o toque, o cavanhaque roçando em seu rosto... Era tudo que precisava e entregou-se sem manifestar qualquer resquício de dúvida.
Em um súbito momento foi tomada por uma sensação de puro prazer, seu corpo foi amortecido, dominado por um gozo além do imaginável... Essa foi sua última lembrança, como mortal, e os segundos seguintes foram acompanhados de uma dor excruciante. Gotas de sangue caíram sobre seus lábios e atordoada por tudo bebeu de bom grado e ali havia renascido como uma Cainita.


Resumo Após o Abraço
Na noite seguinte Alejandro foi visitar sua prole para iniciá-la ao Mundo das Trevas, o mundo a qual ele pertencia. Ao chegar na residência de Celine ele se deparou com algo que o abalou, algo que o fizera quebrar uma promessa com sua própria mentora. Pela janela ele viu uma criança, que agora tinha seus quatro anos de idade, e logo ele compreendeu que tirou a vida de uma mãe de família. Aquela noite foi de muita tensão, Celine chorou lágrimas de sangue enquanto lidava com sua transformação.

Para assegurar a vida de sua filha Celine a deixou aos cuidados de seus pais, durante a sua primeira semana como vampiro, até que ela mesma se acostumasse com as mudanças impostas com a maldição. Já não havia muito o que fazer, perante a sua atual situação, e tudo que fez foi aceitar.

Apesar dos dias conturbados, Celine viveu alguns momentos bons ao lado de Bianca e na presença de Alejandro, que passou a viver com ela para garantir a segurança de ambas e também compartilhar da sua sabedoria sobre os segredos que a noite esconde dos mortais.

Um certo dia Bianca começou a questionar o porquê sua mãe sempre dormia durante o dia e porquê haviam tábuas de madeira nas janelas. Celine temia por esse dia, sabia que agora o tempo era o seu maior inimigo e a cada dia que passava na presença de Bianca era um dia que arriscava a vida de sua própria filha. Celine precisava tomar uma decisão, a mais difícil de sua não-vida, ela precisava garantir que seu pequeno milagre tivesse um futuro, uma chance de viver em um mundo longe do sobrenatural. Sabendo que era o certo a ser feito, Celine pediu auxílio de Alejandro para forjar a própria morte, mas antes planejou os próximos passos de Bianca. Deixou para ela uma boa herança, a sua guarda com os avós e eles iriam morar do outro lado do oceano. Convencê-los não foi problema algum, pois essa era uma das grandes habilidades de seu mentor, ele era perito no uso da Dominação.

Com seu plano traçado Celine só precisava escolher a data, xx/xx/2010, e assim o fez. Simulou a própria morte em um terrível acidente de carro deixando Bianca Lancaster órfã. Os dias seguinte ocorreram conforme os planos de Celine e em um noite chuvosa ela assistiu sua filha embarcando em um voo para a América. Após vê-la embarcando Celine voltou para seu antigo lar e encontrou Alejandro, era a hora de concluir a última etapa de seu plano. Naquela casa escura e já abandonada Celine teve as últimas lembranças de Bianca apagadas de sua mente, agora sua filha estava segura, pois nem mesmo ela sabe de seu paradeiro.

Levou um tempo para Celine acostumar-se a vida solitária, não ter mais os abraços no começo da noite, os choros de puro mimo, os cartões comemorativos que serviam de lembrete do amor de uma filha para a sua mãe. Esses dias só não foram mais intensos, pois Alejandro estava ao seu lado e a confortava de alguma maneira.  Naquele ano dedicou-se em aprender sobre sua nova família, sobre os poderes do sangue, tradições, quais eram seus limites que não poderia ultrapassar e até mesmo seus pecados. Um novo horizonte se abriu diante dos olhos da neófita, uma nova perspectiva lhe foi dada e passou agir de acordo com o restou dos seus dias como imortal.

Já havia feito seu primeiro ano com cainita quando regressou ao refúgio, após ter se alimentado, e não encontrou Alejandro. Isso não era normal, ele sempre estava lá quando ela voltava de uma caçada, pois ele tinha interesse em saber como ela estava se saindo. Ela esperou, achava que havia acontecido algum problema que exigisse a atenção dele, mas que ele voltaria. Passou horas e amanheceu, Celine caiu no sono no mesmo lugar em que esperava por pelo regresso de seu Sire. Na noite seguinte, ao acordar, ela não o encontrou, mas em seu celular havia uma mensagem de texto de um número desconhecido.

"Eu sinto muito, minha cara prole, mas precisarei me ausentar por tempo indeterminado."

Celine leu e releu a mensagem diversas vezes até aceitar a realidade. Mais uma vez seu coração foi despedaçado, mas agora não havia ninguém para recolher os pedaços. Convivendo com a dor, ela levou alguns anos para superar Bianca e Alejandro e no dia que aprendeu a lidar com as perdas Celine entregou-se a sua maldição.

  • 2009- Ano de Abraço
  • 2010- Ano em que disse adeus à Bianca
  • Início de 2012- Sumiço do Alejandro
  • 2014- Superação das perdas



Personalidade
Teve que sozinha lidar com a noite e tudo que envolvia o seu novo mundo, optou por não se envolver na politicagem de sua raça. Seguia fielmente os poucos conselhos dados por Alejandro, obedecendo as tradições e evitando chamar atenção da Primigênie local. Caçava em sua habitual área e respeitava os domínios vizinhos. E assim viveu noite após noite sem ter um rumo certo para seguir.

Quando superou todo o seu passado Celine mudou radicalmente. Começou a se impor, mostrar a si mesmo que nem tudo estava perdido. Se ela viveria a eternidade, seria do seu jeito e a sua maneira. Passou a frequentar bares e boates, escolhia suas presas por aparência e puro divertimento. Vê-los implorando por atenção, suplicando por uma chance era algo prazeroso e quando elas insistiam em algo mais, Celine concedia a eles o prazer do Beijo. Observar os humanos em suas vidas mundanas e frágeis era um de seus passatempos e outro era trabalhar, voltar para a embaixada a fez bem, manteve sua cabeça ocupada e longe do tédio. Com esse emprego poderia manter a tal Máscara e garantir um fluxo de caixa.
Mudou-se do refúgio de seu mentor e comprou um pequeno apartamento, em uma área mais urbana e assim continuaria não chamando atenção.

A doce Celine, a Celine mãe ou mesmo a amante era um passado. Hoje, Celine só busca alimentar sua existência e brincar com a fragilidade da vida alheia.


Itens Pessoais
Celine carrega consigo sua arma (FNP-45), dois pentes completos, seu diário e sua caneta, um canivete multi-uso, documentação falsa, seu celular ( HTC One - M8 eye) e uma necessarie, uma das poucas lembranças que tem de sua filha, já que foi a mesma que a presenteou. Na necessarie está escrito com uma caneta hidrocor "Bianca Mommy." Ela protege esse objeto com a sua não-vida, sempre faz de tudo para mantê-la impecável.


Motivo para estar em Londres
Reside na capital do Britânica.
avatar
Celine McQueen

Mensagens : 170
Data de inscrição : 28/07/2015
Idade : 38
Localização : Londres

Ver perfil do usuário http://www.ica.clubedocha.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum